Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto

Voltar a Conheça a Faces
Tela cheia Sugerir um artigo

Campos de Atuação

30 de Julho de 2008, 18:43 , por Conheça o Faces - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 525 vezes

O FACES realiza anualmente reuniões com todos os membros do Conselho Político para elaboração conjunta de seu plano de ação, definindo os Campos de Atuação, os resultados esperados e as ações projetadas para tal. 

A partir de 2006, elaboramos nosso primeiro Plano Trienal de Ações referente ao período 2007-2009, mantendo as reuniões anuais para detalhamento e redirecionamento dos resultados e ações. Assim, segue um resumo de nosso plano trienal 2007-2009 seguido dos links para acesso a todos os documentos completos.

 

1) Articulação Política e Institucional

Objetivo:

O diálogo horizontal e a participação de uma grande diversidade de atores são uma das principais características dos processos articulados e promovidos pelo Faces do Brasil desde sua constituição. E não poderia ser diferente, pois o movimento brasileiro de comércio justo e solidário se fez, e ainda se faz, a partir do encontro de demandas e propostas de outros importantes movimentos, tais como a Economia Solidária, a Agricultura Familiar e a Responsabilidade Social Empresarial.

O Faces, assim, participa ativamente desse processo articulado entre os setores público e privado em prol da busca de convergências e da construção participativa de estratégias e políticas comuns, direcionadas ao fomento e à construção de relações mais justas e solidárias ao longo da cadeia produtiva.

Histórico e Resultados:

Desde 2002, no campo nacional, o Faces atuou na promoção de diálogo e na articulação de distintos atores em prol da construção do Sistema Brasileiro de Comércio Justo e Solidário, através da realização de seminários, consultas populares, e, do constante diálogo com o Poder Público. Tais atividades resultaram, em 2006, na criação do Grupo de Trabalho Interministerial, composto por entidades civis e governamentais, para consolidar o processo de construção participativo da regulamentação pública do Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário, que garantirá uniformidade nacional e políticas de fomento a este setor.

No campo internacional, atuou em redes, fóruns e entidades relacionadas ao Comércio Justo, com ênfase na América Latina, visando à construção de relações políticas e comerciais que garantam maior integração regional.

 

2) Promoção de conceito, formação, sistematização, geração e socialização de conhecimentos

Objetivo:

Para que o Comércio Justo e Solidário se concretize no dia a dia, é imprescindível que produtores, comerciantes e consumidores conheçam e compreendam a importância desta proposta, e, se envolvam na prática da mesma. Eis o fundamento das ações de promoção de conceito e formação desenvolvidas pelo Faces do Brasil, em um processo contínuo de difusão, esclarecimento e educação para os princípios e para a prática do Comércio Justo e Solidário e do Consumo Responsável, junto aos mais diversos públicos.

As ações no campo da produção e sistematização de conhecimentos visam a obtenção de respostas sobre o potencial brasileiro de produção, comercialização e consumo justos e solidários, como forma de garantir uma ação planejada e estratégica, que impulsione o desenvolvimento local sustentável e a inclusão social.

Histórico e Resultados:

Ao longo dos últimos quatro anos, o Faces participou de inúmeros processos formativos com consumidores e produtores, bem como editou livros e cartilhas sobre Comércio Justo e Solidário, totalizando mais de 10.000 exemplares, distribuídos gratuitamente aos diversos atores ligados aos setores de produção, comercialização e consumo, bem como a universidades e a gestores públicos. O Faces também construiu seu websitio - www.facesdobrasil.org.br – como instrumento de disseminação de conhecimentos e informações.

Atuou, desde a sua criação, na construção participativa de conhecimento sobre o Comércio Justo e Solidário Brasileiro, através do envolvimento de inúmeros atores na realização de estudos técnicos, na elaboração de documentos, na execução de consultas públicas e desenvolvimento de projetos piloto, como forma de buscar verificações e experimentações práticas.
Como resultados, tivemos a consolidação da “Carta de Valores, Princípios e Critérios de Comércio Justo e Solidário Brasileiro” e elaboração do modelo de “Sistema de Reconhecimento de Conformidade” a tais princípios e critérios, ambos amplamente difundidos ao movimento brasileiro, e legitimados no processo de construção do Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário.

Próximos Passos:

O Faces do Brasil intensificará a sua ação na área de promoção de conceito e formação junto aos três elos da cadeia produtiva, que culminem na elaboração de metodologias e materiais pedagógicos diversos, que possam ser replicados em um caráter multiplicador da proposta. Atuará também, na realização de uma campanha nacional, envolvendo diferentes mídias, com foco no Sistema Brasileiro de Comercio Justo e Solidário.

O Faces tem como meta ampliar o conhecimento em torno de conceitos e modelos referenciais sobre sistemas inclusivos de monitoramento das relações comerciais justas e solidárias, em especial no tocante á composição de preço justo em distintas cadeias produtivas, rurais e urbanas, artesanais e agrícolas. Pretende, ainda, ampliar o debate e a construção participativa de convergências entre o comércio justo e solidário, e os movimentos de economia solidária, gênero, soberania alimentar e desenvolvimento local no Brasil.

 

3) Estratégias de comercialização e consumo

Objetivo:

O Faces do Brasil, a partir de 2007, e em uma perspectiva integrada com o processo de implementação do Sistema Brasileiro de Comércio Justo e Solidário, atuará diretamente na promoção de canais alternativos de comercialização, como forma de dar uma resposta concreta a produtores, produtoras, consumidores e consumidoras brasileiros, ansiosos pela possibilidade de colocar o conceito de Comércio Justo e Solidário na prática.

 

Conheça os Planos de Ação do Faces do Brasil desde 2003:

 


Fonte: http://facesdobrasil.org.br/conhecaafaces/39-campos-de-atuacao.html

Em Destaque

Vídeo

Agenda